Cantucci Bistrô promove Semana do Sorvete

20 September, 2017 / by admin

cantucci.sorvete

No dia 23 é comemorado o Dia Nacional do Sorvete, instituído pela ABIS –  Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes, em 2002. A data foi criada com o objetivo de celebrar o início das temperaturas mais altas do ano, já que é nesta época que o consumo de sorvete no país aumenta.  Segundo a associação, os brasileiros consumiram mais de 1 bilhão de litros de sorvete, no ano passado. Para a data especial,  a chef confeiteira Francisca Rodrigues do Cantucci Bistrô ( 403 norte ) irá fazer uma semana de 18 a 23 com o homenageado em diversas formas e texturas, protagonizando ou acompanhando as sobremesas do período.

No menu, o Mega Sundae (R$ 18) a taça de gelatto coberto com chocolate em calda, pedaços de morango e Mr Brownie de Nutella; o
Gelatto de Fior di Latte, o Fior de Latte empanado com farinha panko, uma mistura crocante que pode ser degustada tanto individualmente (R$ 13) ou acompanhado por Petit Gateau de Chocolate ou  de Doce de Leite (R$ 19) ; o Sorvetão Caseiro de leite ninho com doce de leite queimado (R$ 17) e oGrand Gateau (R$ 18) recheado com morango picados, farofa de amêndoas, picolé Vai Bem de doce de leite, finalizado com calda de chocolate.

cantucci.sorvetao

“A ideia da Semana do Sorvete é valorizar a versatilidade da iguaria e dar a oportunidade para as pessoas se deliciarem com uma sobremesa inusitada. ”, explica o restauranter Andrei Prates. “ Queremos perpetuar esse movimento e fazer uma nova semana, em 2018”, promete Prates.

História do sorvete

A delícia tem mais de 3 mil anos e tudo começou com os chineses, que misturavam  frutas e uma pasta de leite de arroz  à neve, algo parecido com a atual raspadinha. Essa técnica  foi passada aos árabes, que logo começaram a fazer caldas geladas chamadas de sharbet e mais tarde se transformaram nos famosos sorvetes franceses sem leite, os sorbets.
Há cerca de 1,9 mil anos atrás, o imperador romano Nero mandava seus escravos buscarem neve nas montanhas para misturar com mel, polpa ou suco de frutas e servir em baquetes.  O gelo era estocado em profundos poços construídos pelo povo.
A grande revolução no mundo dos sorvetes aconteceu no século 14,  quando  o mercador veneziano Marco Polo levou o segredo do preparo de sorvetes, do Oriente para a Itália. Eram sorvetes com  água, muito parecidos com os atuais. Assim a moda dos sorvetes espalhou-se por todo o país.

No século 17, quando o monarca  francês Francisco I esteve em campanha na Itália, decidiu levar para seu filho, o Duque de Orleans, uma noiva, Catarina de Médicis. No banquete de casamento de Catarina as inusitadas e  deliciosas sobremesas geladas , trazidas da Itália. A ela atribui-se a introdução do sorvete na França. Neste mesmo país, em 1660, Procopio Coltelli inaugurou, em Paris, a primeira sorveteria do mundo.

A neta de Catarina de Médicis casou-se em 1630 com Carlos I da Inglaterra e, segundo a tradição da avó, também introduziu o sorvete entre os ingleses. Os colonizadores britânicos levaram o sorvete para os Estados Unidos.

Em 1851,  os Estados Unidos viveram um dos momentos mais importantes da história do sorvete: o leiteiro Jacob Fussel abriu em Baltimore a primeira fábrica de sorvetes, produzindo em grande escala e sendo copiado por outros em Washington, Boston e Nova York.

Em 1879, também nos Estados Unidos, é inventado o “Ice Cream Soda”. O aparecimento da casquinha possui duas versões: uma de que teria surgido em 1896 na Itália, e outra que diz que ela foi inventada em 1904 nos EUA. O picolé apareceu na Itália no início do século 20. Hoje, no mundo todo, quem mais fabrica sorvete são os norte-americanos.

No Brasil

O sorvete ficou conhecido em 1834, quando dois comerciantes cariocas compraram 217 toneladas de gelo, vindas em um navio norte-americano, e começaram a fabricar sorvetes com frutas brasileiras. Na época, não havia como conservar o sorvete gelado e, por isso, tinha que ser tomado logo após o seu preparo. Um anúncio avisava a hora exata da fabricação. O primeiro anúncio apareceu em São Paulo, no dia 4 de janeiro de 1878, contendo a seguinte mensagem: 
“SORVETES – Todos os dias às 15 horas, na Rua Direita, nº 44º . No Brasil, o sorvete só teve distribuição em escala industrial em 1941, quando foi fundada na cidade do Rio de Janeiro a U.S. Harkson do Brasil, nos galpões alugados da falida fábrica de sorvetes Gato Preto. Seu primeiro lançamento, já com o selo Kibon, foi o Eski-bon. Desde então, a população foi se tornando cada vez mais adepta: dados recentes apontam que o país consome cerca de 200 mil toneladas de sorvete por ano.

fonte: ABIS

 

Cantucci Bistrô

Semana do Sorvetes

Almoços e jantares

De 18 a 23 de setembro

Funcionamento:  De segunda a sábado das 12 às 16 horas e das 18 às 23 horas

Aceita todos os cartões

CLN 403, bloco E, lj 3

Reservas: 3328-5242

Por Emília Carvalho

Fonte: https://www.revistadeluxo.com.br/sessoes/nossa-revista/

Comments are closed.